Notícias

A mentira do aumento real pregado pela outra federação

22/11/2011

Antes mesmo da reunião com o senhor Gabrielli, que supostamente mudou a opinião do Conselho Deliberativo sobre a proposta da empresa, o coordenador da outra federação disse o seguinte à imprensa no dia 16, quando resolveu ?adiar? a greve: ?Estão atendendo as questões financeiras?.

Ou seja, antes mesmo dos ?avanços concedidos? pelo presidente, já considerava a proposta econômica satisfatória. Para piorar, numa tremenda demagogia diz que a imprensa ataca os petroleiros, nos chamando de marajás, mas copia o discurso patronal e da imprensa burguesa de que o aumento na tabela de RMNR, uma remuneração variável que não incide em FGTS e INSS, ?garante um ganho real entre 2,5% e 3,25%, o maior obtido este ano, comparativamente com as demais categorias organizadas?.

É muita cara de pau dizer que existe aumento real numa proposta cujo reajuste no salário básico são 7,23% (IPCA), excluindo por mais um ano os aposentados e pensionistas através de abonos discriminatórios.

Contato

Avenida Presidente Vargas
502, 7º andar, Centro
Rio de Janeiro-RJ
CEP 20071-000
fednacpetroleiros@gmail.com

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos